A Roupa é uma Linguagem! Mas Que Língua Você Está Falando?

Você já teve dúvidas sobre qual roupa usar em uma determinada ocasião? Ou, ao se olhar no espelho, não sabia se estava vestido “do seu jeito” ou “do jeito de todo mundo”? É meu minha/ meu amiga/amigo, é difícil!

Isso porque “vestir-se bem” é praticamente como dominar um novo idioma, que reúne aquilo que a gente sabe, aquilo que a gente precisa saber e mais uma porção de informações ligadas ao ambiente.

Pense comigo: desde que o mundo é mundo, nos guiamos pelas aparências para termos uma primeira leitura das pessoas que estão a nossa volta. Uniformes nos informam que aquela pessoa trabalha numa determinada função/ empresa e, geralmente, estão ligados às profissões mais técnicas, humildes ou operacionais; grifes (verdadeiras) indicam o poder aquisitivo de que as usa (mas nem sempre o bom gosto); roupas esportivas demais indicam que a pessoa está indo/ voltando da academia ou, quando fora do contexto, que aquela pessoa gosta de conforto e pode até ser um tanto “relaxada”…

Essa leitura está automatizada em nós, mas também nos preocupamos com a impressão que queremos causar.

A proposta dessa coluna aqui no Oportunaidade será discutir moda e comportamento, mas não da forma que a gente vê por aí. Não tenho a pretensão de ditar tendências, como as revistas especializadas, pois nem tenho know how para isso; mas abordar o assunto de um jeito mais abrangente  e despretensioso, baseando-me na observação do cotidiano e nas minhas próprias experiências.

Eu acredito que a moda é uma linguagem, na medida em que ela serve para expressar o que somos ou o que queremos parecer ser; ela é usada para criar identidade própria, num grupo ou em oposição a ele; para nos diferenciar ou igualar; atrair ou afastar. Pensando que a “primeira impressão é a que fica”, quanta informação não recebemos visualmente, no dia a dia, sem precisar abordar as pessoas, mas apenas acompanhando seu comportamento nas ruas; as vitrines, a mídia, a cultura?

Essa é minha proposta para essa coluna, e todos estão convidados a contribuir com suas ideias e observações sobre o que é se vestir bem, se vestir para e se vestir porquê. Vamos nessa?

 selfie

Fonte da divulgação:

http://

Deixar resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2111