Cohousing: morar com amigos e somar vida aos anos!

clipping_15-11

Condomínios com arquitetura adequada, assistência médica, atividades de lazer, autogeridos pelos proprietários que, ainda melhor, são amigos.

Parece bom? Imagine então que esses vizinhos voluntários estão na terceira idade…

Essa proposta de pertencimento a uma comunidade que se gosta e se ajuda está sendo recriada na Europa. Na Espanha são 8 condomínios em que o imóvel pertence a uma cooperativa mas pode ser deixado de herança para os filhos, destinando-se prioritariamente aos aposentados.

Eles compartilham tarefas, mantêm-se ativos e conservam sua independência.

A boa ideia custa caro – entre 50.000 e 140.000 Euros anuais – mas a demanda é crescente e o modelo tende a se expandir.

Vamos torcer para que no Brasil, em que as residências para idosos são verdadeiros “depósitos” de gente ociosa, sem atividade ou estímulo, a ideia se popularize a tempo de atender uma população cuja média de idade tem crescido a cada ano!

Deixar resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3141