Cuide bem do seu “quadrado” – e também do seu vizinho!

Nos tempos atuais, em que as corporações adoram a expressão “cada um no seu quadrado”, se reforça a sensação de individualismo e independência.

Mas vejo que, mesmo sendo um colaborador ou tendo negócio próprio, onde incansavelmente é preciso cuidar de suas responsabilidades, entregas e contribuições, faz-se necessário também olhar ao redor. Você impacta e é impactado pela sua posição (e a dos outros) na “engrenagem”.

Não temos mais espaço nem tempo para “pensar pequeno”. Achar que nossas atitudes e decisões não afetam outras áreas, subordinados, parceiros ou clientes. Tudo está interligado e conectado. Sempre somos uma cadeia.

Se na empresa em que trabalha, você vê problemas em outras áreas e profissionais, mas pensa só em si próprio, cuidado! Essa postura têm os dias contados.

Se, em seu negócio, não se preocupa com satisfação dos funcionários ou muito menos de clientes, o fim deve estar próximo…

Gosto de fazer relações tomando questões cotidianas como exemplos. Podemos citar como referência as orientações de segurança em um vôo. Sim, aquelas dramatizações nas quais quase todo mundo não presta mais atenção: “quando máscaras de oxigênio caírem, primeiro coloque em si mesmo, para depois ajudar os outros”.  Isso me faz refletir que, se eu não estiver bem, com postura, pensamentos e atitudes positivas, meu quadrado bem organizado, não poderei ajudar alguém a fazer o mesmo.

Ou posso ir mais longe e profundo, tomando um ensinamento da religião hindu, onde acreditam que cada um sendo uma pessoa correta, que pensa e age de forma positiva, harmoniza todo o entorno dela se e vive em equilíbrio, tornando sua própria existência mais fácil e saudável.

Trazendo isso para nossa realidade e rotina, não coloque muros em seu quadrado, ou não fique olhando só a grama do vizinho. Regue e cuide do seu, ajude ao do lado com adubo e organizando as tarefas, para que todo o negócio possa virar um enorme jardim!

Este é um conteúdo autoral licenciado pela licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial CC BY-NC
Esta licença permite que outros remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho para fins não comerciais, e embora os novos trabalhos tenham de lhe atribuir o devido crédito e não possam ser usados para fins comerciais, os usuários não têm de licenciar esses trabalhos derivados sob os mesmos termos.

Deixar resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3586