Que frio na barriga é este?

frio na barriga

Tudo pronto! Passagem, reservas, informações importantes, dicas, dinheiro, documentos, seguro viagem, mala… hora de por o pé na estrada.  🙂

Estou animada, ansiosa, feliz, mas… muitas vezes, nestes momentos de por o pé na estrada e avançar em direção à realização, a concretização do sonho tão esperado, tão planejado, vem um frio na barriga!

Mas não era só para estar feliz e ponto? Me fiz esta pergunta muitas vezes e descobri que este frio na barriga, enfim, o medo que ele representa, não é de todo ruim ou um completa estraga prazeres.

No meu caso entendi que ele me torna mais alerta, o que é útil quando se vai a lugares desconhecidos ou mesmo quando se começa um novo empreendimento. Seja em viagem ou em qualquer situação desconhecida, estar alerta, observar, pode ser muito útil e te livrar de apuros e constrangimentos.

Além disso, ele me lembra que as coisas podem dar errado, enfim, este medo me lembra que não sou uma super mulher, super viajante que domina e controla tudo. Então, lembre de levar a flexibilidade na mala como falei no post anterior.

Me faz também repassar rapidamente aspectos importantes do planejamento: documentos estão na validade? O dinheiro está dividido e bem guardado? Trouxe as medicações que uso normalmente? Se perder os vouchers como posso acessar estas informações? Com este check list de última hora é possível tomar algumas ações como fotografar os vouchers e mandar para si mesmo por email, parar na farmácia no caminho e comprar a medicação que falta, distribuir o dinheiro de maneira que ele não fique todo em um único lugar e ficar tranquilo com isto.

Enfim, consciente da situação e minimizados os potenciais de dor de cabeça, é hora de relaxar, deixar o frio na barriga ir embora e focar em curtir a viagem.

Imagem Pixabay

Este é um conteúdo autoral licenciado pela licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial CC BY-NC
Esta licença permite que outros remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho para fins não comerciais, e embora os novos trabalhos tenham de lhe atribuir o devido crédito e não possam ser usados para fins comerciais, os usuários não têm de licenciar esses trabalhos derivados sob os mesmos termos.

Deixar resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3407