Você expressa a alegria?

Como expressar alegria
Viajar é uma das coisas que me dá mais prazer e alegria.  Estar em certos lugares que nos emocionam, superar algum desafio como soltar as mãos naquela montanha russa que te amedrontava ou chegar ao final de uma trilha para a qual se preparou durante meses, se permitir relaxar naquele cenário paradisíaco de viagem que você via na revista depois de meses de trabalho, ver um show do seu cantor ou da sua banda preferida, tomar um vinho com quem se ama vendo a madeira queimar no fogo em um chalé nas montanhas, são inúmeros (e pessoais) os momentos de prazer que as viagens podem proporcionar.

Mas quando penso na alegria que estes momentos me deram ou me dão, algumas questões me vem à cabeça. Será que as pessoas percebem que estou feliz, será que consigo transbordar esta alegria para o entorno, contagiar os outros com ela?

Há quem pule, grite, chore, abrace, cante, beije, dance de alegria e outros que apenas sorriem. Seja por um traço de personalidade (mais tímida), seja pelo medo de ser considerada louca ou ridícula, ou mesmo por avaliar que o momento e o local não são apropriados para determinadas formas de expressão, muitas vezes sinto que a alegria tem ficado sem a sua devida manifestação. E você, expressa a alegria?

Nem sempre é possível expressar de forma livre e espontânea esta alegria. Existem traços culturais em certas expressões que devem ser respeitados. Há países que o toque não é bem recebido, há locais sagrados em que os gritos e risadas podem ser considerados desrespeitosos, há momentos em que ser efusivo demais pode ser mal interpretado. Aí parece que a alegria fica em segundo plano, é deixada de lado.

Sorrir com os olhos é a mais pura forma de demonstrar a felicidade.

Franciele Morgado

E aí perdemos uma energia incrível, pois a alegria traz leveza e força para seguir adiante nos desafios e não podemos desconsiderar isto. Precisamos nos nutrir com as alegrias. Alimentar-nos delas revigora o ânimo e perpetua o bem estar.

Então, hoje proponho uma reflexão sobre onde está e como você manifesta a alegria no dia a dia?  Fechou aquele contrato? O filho ou filha foi aprovado no vestibular? Superou um desafio pessoal? Alcançou uma meta?

Sem perder o bom senso, claro, manifeste a alegria! Se não dá para pular de alegria, deixe que ela extravase pelos olhos. Sorria! Desconheço uma cultura que veja como mal educado ou desrespeitador um sorriso.

 

Photo by Luca Campioni on Unsplash

Este é um conteúdo autoral licenciado pela licença Creative Commons

Atribuição-Não Comercial CC BY-NC
Esta licença permite que outros remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho para fins não comerciais, e embora os novos trabalhos tenham de lhe atribuir o devido crédito e não possam ser usados para fins comerciais, os usuários não têm de licenciar esses trabalhos derivados sob os mesmos termos.

Deixar resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4408